Cirurgia Robótica de Próstata - Urologista Campinas

Cirurgia Robótica de Próstata

O câncer de próstata é uma doença que afeta milhares de homens todos os anos e sua incidência só tem aumentado nos últimos anos. Ao ser diagnosticado em sua fase inicial o melhor tratamento a ser realizado é a cirurgia para a remoção da próstata. Este procedimento é muito importante para a cura deste grave problema.

O desenvolvimento de tecnologias e o aperfeiçoamento médico permitiram o surgimento de uma nova modalidade para a realização desta cirurgia que é a Cirurgia Robótica. Com isso  é possível realizar um procedimento cirúrgico menos agressivo e invasivo, trazendo muitos ganhos para o paciente. Esta técnica menos agressiva diminui as chances de uma pessoa ter sequelas como perda da ereção e incontinência urinária.

O procedimento feito pela robótica traz outra vantagem muito importante para o paciente: a recuperação cirúrgica é muito mais rápida!  Isto possibilita que o paciente retorna mais cedo para suas atividades habituais.

Como é realizada esta cirurgia

Esta é considerada a técnica mais moderna para a realização de operações para a retirada da próstata.

Nesta cirurgia, o médico é o responsável por operar o paciente com o a ajuda de um robô (Sistema Da Vinci Surgery®). Este robô é controlado por um sistema semelhante a um “joystick” de videogame. Este sistema tem uma série de recursos, que variam desde a visualização dos órgãos internos em 3D, ampliação da imagem e até mesmo melhorar a qualidade da imagem no campo cirúrgico, já que são feitas em alta definição.

Desta forma, é possível ver todas as microestruturas presentes no tecido, possibilitando a preservação de muitas estruturas que seriam danificadas. Todo paciente que tem câncer de próstata e que necessite realizar a cirurgia, pode fazer esta operação através da cirurgia robótica!

Vantagens após esta operação

O paciente que realizar a cirurgia robótica de próstata terá feito um procedimento com muito menos agressão cirúrgica que um procedimento feito pelo método tradicional. Isto se reflete em muito pouco sangramento durante a cirurgia. Pela visualização mais detalhada e pela maior precisão do robô conseguimos avaliar melhor muitas estruturas e preservar muito mais o tecido nervoso responsável pela ereção no homem bem como preservar o tecido da uretra e o esfíncter uretral responsáveis pela continência urinária.

Os comentários estão encerrados.